Passar para o conteúdo principal
HIPRA R&D Projects
Projetos de P&D

Projeto RBDCOV

COVID-19 para doentes pediátricos e imunocomprometidos

 

"A vacina de proteína recombinante de dímero do RBD contra SARS-CoV-2" (RBDCOV) é um novo projeto da Horizon Europe, liderado pela empresa farmacêutica de biotecnologia HIPRA. Lançado em 1.º de dezembro, o objetivo do projeto RBDCOV é testar a eficácia, tolerabilidade e segurança da vacina contra a COVID-19 recombinante da HIPRA em crianças, adolescentes e pessoas imunocomprometidas. Os estudos durarão cerca de 2,5 anos.

Para realizar esse projeto, a HIPRA trabalha com um consórcio internacional, incluindo empresas e instituições de cinco países europeus: Espanha (IRSICAIXA, Fundació Hospital Universitari Vall D’Hebron, Fundación Lucha Contra El Sida (FLS), IDIBAPS, IDIBGI, Asphalion, Vinces Consulting, Zabala Innovation), Reino Unido (Veristat International), Itália (Fondazione Penta), Alemanha (European Aids Treatment Group), e Turquia (Metpharm Araştırma Geliştirme Sağlık Danışmanlık). O projeto administrará um orçamento de 9.779.211,25 euros. 

O projeto RBDCOV prevê dois estudos clínicos, o primeiro em um grupo de indivíduos imunocomprometidos, e o segundo será em um ou mais grupos de crianças e adolescentes. O projeto RBDCOV contribuirá para o desenvolvimento da vacina HIPRA, que visa proteger contra a infecção grave da COVID-19, incluindo indivíduos imunocomprometidos, e garantir uma resposta imunológica de longo prazo. O Projeto também prevê que a vacina seja disponibilizada para campanhas de vacinação em todo o mundo, graças à sua temperatura de armazenamento de 2 a 8 °C, o que facilita um prazo de validade, transporte e distribuição mais duradouros.

 

Vacina contra o VSR

 

HIPRA, juntamente com a Polypeptide Therapeutic Solutions S.L., Biotechvana S.L. e Nostrum Biodiscovery, pesquisarão uma nova vacina contra o vírus sincicial respiratório (VSR). Será possível por meio do programa "Misiones Ciencia e Innovación” (“Missões de Ciências e Inovação”, em português).

“Misiones Ciencia e Innovación” é um programa com o objetivo de promover a pesquisa, melhorar a tecnologia da empresa e estimular a cooperação público-privada em P&D.

A "missão" da HIPRA é baseada em um projeto cujo intuito é pesquisar uma nova vacina contra o VSR, que causa bronquiolite e pneumonia e afeta todas as idades, especialmente crianças muito pequenas, em todo o mundo.

O programa “Misiones Ciencia e Innovación” faz parte do “Plan de Recuperación, Transformación y Resiliencia” (“Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência”, em português) e é articulado por meio do Centro para el Desarrollo Tecnológico Industrial (CDTI) (Centro de Desenvolvimento Tecnológico Industrial”, em português), uma entidade dependente do Ministério da Ciência e Inovação.

 

 

 

Projeto VAX4ASF

 

Liderado pela HIPRA e apoiado pela União Europeia no âmbito do programa Horizon Europe, o projeto VAX4ASF pretende proporcionar uma solução definitiva, eficaz e segura contra o vírus da Peste Suína Africana (PSA), um vírus altamente contagioso, imprevisível e complexo que afeta os porcos e os javalis, causando uma elevada mortalidade entre os animais afetados. O projeto procura inovar com base em abordagens e estratégias de vacinação anteriores com potencial para o sucesso.
 

O VAX4ASF tem 17 parceiros de países na União Europeia, Estados Unidos e Quénia.

Projeto LWNVIVAT

 

A HIPRA está a participar num projeto de investigação que pretende conceber terapêuticas para limitar o impacto do vírus do Nilo Ocidental (FNO), um agente patogénico emergente para o qual atualmente não existe tratamento ou vacina para utilização em humanos. O projeto é coordenado pelo IrsiCaixa AIDS Research Institute e tem a participação de 6 parceiros de Espanha, França e Dinamarca.
 

Todos os centros de investigação trabalharão no desenvolvimento de uma vacina profilática segura e eficaz contra o FNO que seja capaz de induzir uma resposta imunitária prolongada ao longo do tempo e proteger toda a população.
Dentro do mesmo projeto, chamado LWNVIVAT (Limitando o impacto do vírus do Nilo Ocidental através abordagens terapêuticas, do inglês Limiting West Nile Virus Impact by Novel Vaccines And Therapeutics Approaches), a equipa científica irá conceber, produzir e analisar a eficácia e o potencial terapêutico de anticorpos específicos para o vírus, além da vacina."